TRÊS GUIAS DE PLANTAS AMAZÔNICAS DISPONÍVEIS NA INTERNET

A Amazônia é a maior floresta biodiversa do mundo. Pesquisadores brasileiros têm trabalhado arduamente para levantar, identificar e comunicar sobre as plantas presentes nesse ambiente. Para facilitar a popularização e o uso dos resultados das pesquisas, muitos estudos foram publicados impressos e depois foram digitalizados e disponibilizados online.

Se você é um acadêmico, extensionista, comunitário, educador ou um curioso do mundo planta, estas referências vão ajudá-lo a se aprofundar nas pesquisas e conhecer mais sobre a ecologia, a germinação de sementes, os usos tradicionais, o valor econômico e outras informações valiosas das plantas da Amazônia.

Flora da Reserva Ducke – Guia de identificação das plantas vasculares de uma floresta de terra-firme na Amazonia Central[1]. A publicação é o resultado do maior esforço de levantamento botânico da Amazônia. Realizado entre os anos de 1992 e 1996, o projeto mostrou que a biodiversidade na Reserva era bem maior do que havia sido estimada anteriormente (Hopkins, 2005).

[1] http://peld.inpa.gov.br/publicacoes/guias

Frutíferas e Plantas Úteis na Vida Amazônica[1]. A publicação apresenta 22 espécies de uso das comunidades que vivem na Amazônia. O livro possui referências sobre o conhecimento tradicional e a manipulação de produtos naturais. São informações sobre árvores, cipós e palmeiras que contemplam 22 espécies mais utilizadas nas comunidades amazônidas (Shanley & Medina, 2005).

[1] http://www.cifor.org/publications/pdf_files/Books/BShanley0501.pdf

Árvores do Sul do Amazonas – Guia de Espécies de interesse econômico e ecológico[1]. A publicação apresenta uma revisão de 42 espécies de importância agroflorestal – comercial ou para restauração ambiental. São apresentadas recomendações para facilitar a coleta, o beneficiamento, a secagem e o armazenamento das sementes (Carrero et al. 2014).

[1] http://www.idesam.org.br/publicacao/Arvores-Sul-Amazonas-Guia-Especies.pdf

Essas são apenas algumas referências de publicações sobre plantas que podem ser acessadas pela internet. Há dezenas de outras informações dentro de bases de dados online. Compartilhe também uma boa referência e boa pesquisa.